Adquira os nossos produtos
(Clique sobre a Imagem)

 

 

Volte Sempre!



Total de visitas: 31586
Agricultura familiar levada a sério
Agricultura familiar levada a sério

 

Café Meridiano Orgânico: agricultura familiar levada a sério

 

Você sabia? Hoje é comemorado no Brasil o dia do trabalhador rural e a produção do Café Meridiano também está envolvida com estes trabalhadores. Hoje vamos destacar o processo de fabricação do Café Meridiano Orgânico.

O Café Meridiano Orgânico tem basicamente duas peculiaridades: ele é produzido pela agricultura familiar e é orgânico. Vamos entender melhor o que é isso?

Agricultura familiar é quando a produção é feita por pequenos e médios proprietários rurais, tendo como mão-de-obra essencialmente o núcleo familiar. O Café Meridiano buscou famílias muito especiais para dar um gostinho a mais no Café Meridiano Orgânico. Uma delas é a família do senhor Admir Rossman. Mas os Rossman não formam uma família qualquer. Moradores de Santa Maria de Jetibá (Espírito Santo), a família tem descendência pomerana e preserva suas tradições culturais, como a de se comunicar na língua pomerana. E até o pai de Admir participa da produção de café.

Já um produto orgânico é um produto diferenciado no seu modo de produção. A começar pela lavoura, que não pode ter nenhum tipo de agrotóxico, ou seja, é um produto 100% natural. Para obter essa produção é preciso que a propriedade seja auto-sustentável, ou seja, é uma propriedade que não tem apenas café, mas gado de leite e outros cultivos para que haja um equilíbrio da produção. Quem atesta a origem desse café e garante que ele foi produzido segundo as normas para produção orgânica é a Certificadora Chão Vivo – que também certifica para os regulamentos internacionais.

Mas isso não se restringe à plantação, na indústria também há uma série de critérios que se fazem necessários para, principalmente, garantir que o café seja puro na qualidade orgânica. É importante frisar que a certificação orgânica não aborda somente questões ambientais, mas também sociais – como condições do trabalhador, exclusão da mão de obra infantil – e econômicas (remuneração justa – por exemplo).

 Além disso tudo, o Café Meridiano faz um trabalho de acompanhamento técnico junto ao produtor para que ele produza um café de qualidade de forma contínua, realizando análises a cada safra e indicando melhorias para aumentar a qualidade. E mais: através da certificação e da qualida produzida, o Meridiano renumera um bônus, em média 10% acima do valor do mercado, para esse café e tem garantido a aquisição de toda sua produção dequalidade por safra.

 

 

 

 

Às seguir, vídeo institucional da Meridiano:

 

 

 

Distraído do site Meridiano (clique aqui)